Área de Estudos Clássicos

Departamento de Línguas e Culturas - Universidade de Aveiro

Alguns documentos desta página necessitam do Acrobat Reader para sua visualização e/ou impressão. Esse programa encontra-se disponível no seguinte endereço:

http://www.cemed.ua.pt/ed/ficheiros/bin/ar40eng.exe

Artigos

Varia

António Andrade, Ecos do episódio de Niso e Euríalo na Chauleida de Diogo Paiva de Andrade: João Manuel Nunes Torrão (coord.),  III Colóquio Clássico – Actas, Aveiro, 1999, 295-319.

António Andrade, A figura de Salomão Usque: a face oculta do humanismo judaico-português: GONÇALVES, Miguel et alii (orgs.), Gramática e Humanismo. Actas do Colóquio de Homenagem a Amadeu Torres. Braga, Publicações da Faculdade de Filosofia, 2005, vol. II, 15-25.

 

António Manuel Ferreira, Duas personagens de Os Lusíadas: Vénus e Baco: II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1997, 215-232.

António Manuel Ferreira, “Luís Miguel Nava: Até à raiz da alma: Luís Machado de Abreu (ed.), Diagonais das Letras Portuguesas Contemporâneas, Aveiro, Fundação João Jacinto de Magalhães, 1996, 125-131.

António Manuel Ferreira, “O Involuntário: Um conto de Branquinho da Fonseca: Revista da Universidade de Aveiro/Letras 14 (1997) 61-70.

António Manuel Ferreira, “A Casa do Fim: Os Contos de José Riço Direitinho: Revista Letras (Curitiba) 54 (2000) 35-43.

António Manuel Ferreira, “Contornos da Narrativa Breve na Obra de Branquinho da Fonseca: Jesus, Maria Saraiva de (coord.), I Ciclo de Conferências sobre a Narrativa Breve, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 123-128.

António Manuel Ferreira, “Carlos Queiroz na PresençaMealibra 10, série 3 (2002) 132-134.

António Manuel Ferreira, “Traços de distorção na poesia de José Régio: Presenças de Régio. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2002, 25-32.

António Manuel Ferreira, “Breve apontamento sobre a poesia de Gonçalo M. Tavares”, Diário de Aveiro, 3 de Junho de 2003.

António Manuel Ferreira, “A Outra Cidade: os contos de Tomaz de Figueiredo", Brotéria, vol. 157 (2003) 253-259.

António Manuel Ferreira, “'Louvado seja Deus porque não sou bom': Alberto Caeiro, São Francisco de Assis e o menino Jesus”: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 253-264.

António Manuel Ferreira, “O Florir do encontro casual”: forma breve 1 (2003) 199-206.

 

António Manuel Gonçalves Mendes, Cultura clássica em Um deus passeando pela brisa da tarde de Mário de Carvalho: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico - Actas, Aveiro, 1999, pp. 347-363.

 

Carlos de Miguel Mora, Contributo para uma nova leitura do priapeum 27: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 91-111.

Carlos de Miguel Mora, O talento erudito do autor do Corpus Priapeorum: Aires A. Nascimento (coord.), De Augusto a Adriano. Actas de Colóquio de Literatura Latina, Lisboa, Euphrosyne (Centro de Estudos Clássicos), 2002, 351-360. 

Carlos de Miguel Mora, La doctrina métrica en el De poeta de Minturno: J. Luque Moreno y P. Díaz Díaz (eds.), Estudios de métrica latina. Granada, Servicio de Publicaciones de la Universidad, 1999, 617-632.

Carlos de Miguel Mora,  Juegos de palavras en el Rudens  de Plauto”: Maria Fernanda Brasete (coord.), Máscaras, vozes e gestos: nos caminhos do teatro clássico, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 211-240.

Carlos de Miguel Mora, Os três castigos de Priapo: o sexo como arma no Corpus Priapeorum: António Manuel Ferreira (coord.), Percursos de Eros – Representações do erotismo, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 39-47.

Carlos de Miguel Mora, A outra resposta de Tirésias: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 7-13.

Carlos de Miguel Mora, A paródia literária no Corpus Priapeorum: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 159-177.

Carlos de Miguel Mora, El De oratore de Cicerón como fuente del De poeta de Minturno: J. Ribeiro Ferreira (coord.), A Retórica Greco-Latina e a sua Perenidade. Coimbra, Fundação Eng. António de Almeida, 2000, 645-654.

Carlos de Miguel Mora, La toma de Baza: estrategia militar y política internacional: J. A. González Alcantud y M. Barrios Aguilera (eds.), Las Tomas: Antropología histórica de la ocupación territorial del Reino de Granada. Granada, Servicio de Publicaciones de la Universidad, 2000, 281-317.

Carlos de Miguel Mora, En torno al Orator: modernidad de Cicerón: J. M. Nunes Torrão (ed.), II Colóquio Clássico. Actas, Aveiro, Universidade de Aveiro, 1997, 101-117.

Carlos de Miguel Mora, Considerações sobre a justiça criminal no mundo greco-romano: Carlos de Miguel Mora (coord.), Vt par delicto sit poena: crime e justiça na Antiguidade. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2005, 7-21

 

Carlos Morais, A função dramática dos metros recitativos no Filoctetes”:  Humanitas 45 (1993) 17-47.

Carlos Morais, Uma catábase agonístico-burlesca com contraposição rítmica (Ar. Ra. 208-268)”: Humanitas  47 (1995) 307-325.

Carlos Morais, O Latim nos cursos de L.L.M. da FLUP — diagnóstico de uma década (87/97)”: Boletim de Estudos Clássicos  27 (1997) 153-176.

Carlos Morais, A Antígona de António Pedro: liberdades de uma glosa: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 265-284.

Carlos Morais, Antígona, a resistente, a mártir, a mulher: Carlos Morais (coord.), Máscaras Portuguesas de Antígona. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 7-12.

Carlos Morais, A Antígona de António Sérgio: "um estudo social em forma dialogada": Carlos Morais (coord.), Máscaras Portuguesas de Antígona. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001.

Carlos Morais, O mito de Antígona em Portugal. Cronologia das recriações, edições e encenações: Carlos Morais (coord.), Máscaras Portuguesas de Antígona. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 161-164.

 

Dina Maria Baptista, Imagens animais nos Sermones horacianos: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 123-158.

 

 Dulce da Cruz Vieira, “Estudo/aprendizagem do vocabulário nos estudos iniciais de Latim”: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 225-236.

 

Isabel Graça, Presença de Marcial em Os dias inventados de Luís Filipe Castro Mendes”: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 265-278.

 

Joana Serafim, A justiça acima da lei: o caso de Pro Archia Poeta: Carlos de Miguel Mora (coord.), Vt par delicto sit poena: crime e justiça na Antiguidade. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2005, 219-227

 

 João Manuel Nunes Torrão, “Reflexos da Rudens de Plauto em The Tempest de Shakespeare”: Arquipélago. Revista da Universidade dos Açores. Série Ciências Humanas 4 (1982) 195-224.

 João Manuel Nunes Torrão, “O Mouro Lazeraque e o Infante D. Fernando: um exemplum de D. Jerónimo Osório”: Biblos, LXVII (1991) 223-237.

 João Manuel Nunes Torrão, “A China na obra de D. Jerónimo Osório”, separata de Actas do Congresso Internacional Humanismo português na época dos descobrimentos. Coimbra, 1993, 449-460.

 João Manuel Nunes Torrão, “Camila, a virgem guerreira”: Humanitas, XLV (1993) 113-136.

 João Manuel Nunes Torrão, Ante rem”: As línguas clássicas: investigação e ensino. Actas. Coimbra, 1993, 7-10.

 João Manuel Nunes Torrão, “O ensino de Latim: exigência ou sedução?”: Classica. Boletim de Pedagogia e Cultura. 20 (1994) 357-366.

 João Manuel Nunes Torrão, In limine: As línguas clássicas: investigação e ensino — II. Actas. Coimbra, 1995, 11-15.

 João Manuel Nunes Torrão, Post rem: As línguas clássicas: investigação e ensino — II. Actas. Coimbra, 1995, 337-339.

 João Manuel Nunes Torrão, “Delirant isti Hispani ou uma maneira demasiado simplista de ver a Península Ibérica”: Classica. Boletim de Pedagogia e Cultura. 22 (1997) 103-110.

 João Manuel Nunes Torrão, “Modelos de formação de professores de latim (e de grego?)”: Classica. Boletim de Pedagogia e Cultura. 22 (1997) 263-266.

 João Manuel Nunes Torrão, Saluete, amici: II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, 1997, 13-16.

 João Manuel Nunes Torrão, “Contra ventos e marés”: II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, 1997, 421-423.

 João Manuel Nunes Torrão,“A aquisição de vocabulário e o uso do dicionário”: João Manuel Nunes Torrão (coord.), II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1997, 175-187.

 João Manuel Nunes Torrão, “Saudação Inicial”: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 15-20.

 João Manuel Nunes Torrão, “Antes de partir”: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 383-385.

 João Manuel Nunes Torrão, “A tempestade no De gestis Mendi de Saa”: Actas do Congresso Internacional Anchieta em Coimbra – Colégio das Artes da Universidade (1598-1998). Porto, Fundação Eng. António de Almeida, 2000, 639-652.

 João Manuel Nunes Torrão, “Marcial entre o público e os críticos ou a difícil escolha entre agradar aos convivas ou aos cozinheiros”: Aires A. Nascimento (coord.), De Augusto a Adriano. Actas de Colóquio de Literatura Latina. Lisboa, Euphrosyne-Centro de Estudos Clássicos, 2000, 455-462.

 João Manuel Nunes Torrão,“Ao iniciar”: Maria Fernanda Brasete (coord.), Máscaras, vozes e gestos: nos caminhos do teatro clássico, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 367-370.

 João Manuel Nunes Torrão, “Temas clássicos na Internet: voo de Dédalo ou queda de Ícaro?”: Máthesis 11 (2002) 311-319.

 João Manuel Nunes Torrão, “Autores de Referência na obra de Marcial”: Humanitas 56 (2004) 137-159.

 João Manuel Nunes Torrão, “Saudação”: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 301-304.

 João Manuel Nunes Torrão, Por falar em justiça: Carlos de Miguel Mora (coord.), Vt par delicto sit poena: crime e justiça na Antiguidade. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2005, 23-26

 João Manuel Nunes Torrão, As potencialidades didácticas da obra de Marcial: Virgínia Soares Pereira e Ana Lúcia Curado (Org.), A Antiguidade Clássica e nós: herança e identidade cultural — Actas. Braga, Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho, 2006, 207-217

   João Manuel Nunes Torrão, Os Estudos Clássicos na Actualidade”: Latim - Língua e Cultura. Da Idade Média à Actualidade. Actas. Coimbra, APLG, 2008, 85-91.

 

Manuel Cerejeira Abreu Carneiro, “Aprender Grego com Homero”: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 175-183.

 

Mafalda Frade, Oderint, dum metuant: Suetónio e a prepotência de Calígula: Carlos de Miguel Mora (coord.), Vt par delicto sit poena: crime e justiça na Antiguidade. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2005, 277-290

 

Maria Fernanda Brasete, Sobrevivência e renovação da tragédia em O irmão de David Mourão Ferreira”: II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1997, 45-64.

Maria Fernanda Brasete, Ao abrir do pano”: Maria Fernanda Brasete (coord.), Máscaras, vozes e gestos: nos caminhos do teatro clássico, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 7-8.

Maria Fernanda Brasete, Ao cair do pano”: Maria Fernanda Brasete (coord.), Máscaras, vozes e gestos: nos caminhos do teatro clássico, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2001, 371-372.

Maria Fernanda Brasete, A crítica às mulheres no fr. 7 de Semónides de Amorgos”: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 39-56.

Maria Fernanda Brasete, A Electra euripidiana: um drama de matricídio: Carlos de Miguel Mora (coord.), Vt par delicto sit poena: crime e justiça na Antiguidade. Aveiro, Universidade de Aveiro, 2005, 83-107

 

Maria Manuela Alvelos, Magister hic et nunc”: II Colóquio Clássico — Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1997, 65-78.

 

 Mário Helder Gomes Luís, «Estoicismo cristão» na poesia elegíaca de António Ferreira: João Manuel Nunes Torrão (coord.), III Colóquio Clássico. Actas. Aveiro, Universidade de Aveiro, 1999, 321-346.

 

Raquel Teixeira Filipe, A herança dos satíricos: Horácio e Pedro José da Fonseca. Tópicos horacianos na Invectiva contra os máos poetas: Carlos de Miguel Mora (coord.) Sátira, paródia e caricatura: da Antiguidade aos nossos dias, Aveiro, Universidade de Aveiro, 2003, 237-251.

Área de Estudos Clássicos

Hit Counter