Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega    Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega     Arte Xávega 

Arte Xávega

 

             

Forma tradicional de pesca, em que um grupo de pescadores num barco a remos lança as redes, para cercar os cardumes, puxando aquelas mais tarde para a praia, com a ajuda de bois.

Ao longo da praia da Vagueira, concelho de Vagos, os pescadores desta arte continuam a enfrentar a rebentação em barcos de madeira como antigamente, tornado-se no principal atractivo turístico desta zona.

Para os pescadores desta arte há duas épocas no ano:
  • de Novembro a Março, altura em que os homens ficam em terra a preparar as redes com a sua própria técnica e se dedicam a outras actividades (como a agricultura, construção civil e outros tipos de pesca);
  • de Abril a Outubro, quando se juntam cerca de 15 homens, alguns dos quais vão ao mar (normalmente 8), enquanto outros ficam em terra a estender as redes para o próximo lanço, a escolher o peixe do lanço anterior, entre outras tarefas.
   

    

Actualmente, alguns pescadores recorrem a novos mecanismos para facilitar a árdua tarefa de puxar as redes, aplicando motores nos barcos antigos, assim como adaptando tractores para puxar os barcos para o mar e as redes para terra. Este facto está a levar à perda de algum tipicismo da arte Xávega, existindo apenas uma Companha, a da N.ª Sr.ª da Conceição, que ainda recorre a uma junta de bois para, a partir da praia, puxar as redes.

Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega    Arte Xávega    Arte Xávega     Arte Xávega     Arte Xávega